Friday, December 12, 2008

A meus amigos...

Meus amigos tem nome, sobrenome e coraçao...
Meus amigos tem a capacidade de fazer-me sentir alguém verdadeiramente importante, em um dia importante em minha vida...
Meus amigos tem o dom da alegria, da harmonia, do amor acima das distancias e do corre-corre do dia-a-dia e por este motivo quero nomeá-los aqui, a todos, sim, quero dar nomes a todos os que fizeram com que um sorriso surgisse em meu rosto no dia do meu aniversário...
Obrigada, muito obrigada...

Edson Luiz Ribeiro, amor do passado, amigo do presente... alguém que a Vida me ajudou a compreender e perdoar... Valeu, meu querido!

Edilson Ribeiro... ex-cunhado, mas nem por isso ex-amigo... fico feliz de que, neste caso ele me tenha perdoado minhas infantilidades passadas... Beijos!

Aninha Tavora... doce Aninha... ex-colega de colégio e querida em meu coraçao... Obrigada, florzinha!

Egildo Moura... um amigo pra la de grande, com um coracao maior que ele mesmo... super beijo, meu querido!

Ninha (Maria Alcenira)... eita Ninha!!! O tempo fez a gente se separar, mas a gente acabou se re-encontrando, nao foi, mulher? Beijocas!

Cinthia Carolina... Carol, que eu conheci com 6 meses e ainda hoje me chama de tia... eu adoro! Linda, obrigada!

Ivone Annick... brasileirinha moradora de Tucson, Arizona que eu nao tive a oportunidade de conhecer pessoalmente, mas que nem precisa, né nao, Ivone? A gente se entende tao bem! Beijos, minha linda!

Dudu (Carlos Eduardo Oliveira)... eita que eu vi este menino nascer e olha ele hoje aí... grande, simpático, muuuito querido! Muuuuuito obrigada pelo carinho!!

Marcel da Costa... esse é outro que eu vi pequeno... o que significa que eu to mesmo é ficando velha... hahahahahaha... Valeu mesmo, meu querido!!!! O abraço mais longe... vindo diretamente do Japao para terras aracajuanas... hahahahahaha...

Dorinha... ex-colega de Universidade e muuuuuuuuito querida... uma linda borboletinha, como ela mesma gosta de dizer... com lindas asas para voar livre e ser muito feliz... Beijos!

Jair... amigo novo, mas até parece das antigas pelo carinho e simpatia... Muito obrigada! Valeu mesmo!

Liliam Pinheiro... grande bióloga, grande ser humano... muito querida apesar da distancia e do pouco contato, mas voce mora no meu coraçao, minha linda!!!

Cicero Rodrigues... menino, voce já aprendeu matemática??? Ta na hora... hahahahahaha... Gosto muito, muito mesmo... Beijos, meu querido!

Josi.. menina linda, por quem a minha admiraçao cresce e cresce... cada dia mais... Que Deus te ilumine sempre, linda!

Luquinha (é o Vilanova)... esse cara é o cara!!! Mais que filho, um super amigo, daqueles que a gente puxa os cabelos, briga, faz bico, fica de mal e volta as boas com beijos e abraços mais do que merecidos... Lindao, brigadao, bundao! hahahahahahaha...

Jones Schneider... amigo e confidente da adolescencia... muito chique, hoje é ator de teatro... Lindo como sempre, com um coraçao muito lindo e por quem eu tenho um carinho muito grande... demorou mas eu re-encontrei... e valeu a pena... Beijos, meu querido!

Sandrinha maluquinha Apolonio... essa menina é linda demais... Gosto muito... Aprendi a conhecer e gostar e esse gostar nao pára de crescer... Beijos e mais beijos!!!

Lu, minha linda Lu Costta... quanta saudade! Uma amiga que foi aluna, quer dizer, mais amiga que aluna e que ficou no meu coraçao... Beijos... muitos!

Jane Maciel... eita que essa é das antigas... se duvidar é a mais antiga de todas... olha que é mesmo... a gente se conhece desde os 13 anos, passamos 25 anos sem nos encontrar, mas agora ja nao vamos nos perder mais... :o) Super, super beijos, minha querida!

Liliana Miranda... Lualil, escritora de mao cheia, um orgulho de amiga de quem eu gosto demais demais... Valeu, lindinha!

Mona Darwich... uma das 6 brasileiras residentes em Sahuarita? Alguem sabe onde é Sahuarita? é logo ali, ao sul do Arizona, quase vizinho a Nogales (Mexico), que por sua vez é por onde entra mexicano por peste nos EUA... Amiga muito querida, pena que a gente tenha convivido tao pouco... mas valeu, valeu mesmo!

Monikita linda Garcia Moreno... filhinha do coraçao que eu adoro... a caçulinha da Universidade que mais que uma queridinha, virou uma super amigona... Beijos, minha linda flor!

Laly Larissa... taí outra que eu vi crescer, e la vai eu ter a certeza de que estou ficando velha mesmo... hahahahahaha... Pequenina, mas de um coraçao gigantesco... Beijo do tamanho do seu coraçao, florzinha!

Lucia Hasebe... eita menina dificil de encontrar, mas eu encontrei, foi a ultima de minhas reconquistas, quer dizer, a mais recente e valeu muito a pena... pudemos esclarecer muitas pendencias do passado e retomar esta amizade bonita... Beijos, linda!

Tania, Narcelio, Ricardo, Isabella, Marianna e Gabriel... voces sao muito lindos e queridos... amigos de longa data, do tipo que a gente nao esquece nunquinha... e Dr. Narcelio bem sabe o porque, afinal nao é todo mundo que consegue contar historias com tanta maestria... hahahahahahaha... coisas mesmo do arco da velha... hahahahahaha... Super beijos, meu queridos!

Monica Mesquita, tambem ex-colega do Setor Leste, muito querida, embora nao tenhamos tido a oportunidade de nos aproximarmos tanto, mas o que vale é o coraçao, nao é verdade? Beijos!

Aurelino Santana... que saudades, meu querido... Um beijo grande desta amiga de sempre!

Cris Andrade... minha irmazinha linda, morro de amor por esta menina... ela vai longe! Tem um futuro de ouro a sua espera, com certeza e se depender dela, tudo vai dar sempre muito certo, pois pense numa menina linda e toda certinha... é ela... :o) Beijos, meu amor!

Iesa VILA NOVA, assim mesmo toda maiuscula porque é gente da melhor qualidade :o)... prima muito querida, recem-descoberta (nao sabia que tinha essa prima tao linda)... Gosto demais da conta de voce, minha linda! O coraçao da gente nao manda nas nossas preferencias, assim que nao tem nem explicaçao... a unica é que eu adoro e pronto e acabou-se... hehehehehehe... Muitos beijos, minha flor!

Marta Vinhais... portuguesinha querida que nem o Atlantico é capaz de fazer esquecer... Gosto muito, muito, muito... Muito obrigada pela sua doce e terna companhia, minha querida... sua amizade significa muito para mim...

Fernando Silva... olha aí outro portugues gente muito boa... Um amigo sincero... confio demais nos sentimentos de amizade dele... nasceram espontaneamente, cresceram honestamente e hoje estao cheios de beijos, flores, muitos sorrisos e lindas poesias... Muito obrigada pelo carinho eterno, meu querido!

A todos voces, pessoas queridas e mais do que importantes em minha vida, o meu beijo mais sincero, cheio de muito amor, carinho e gratidao!
Amo voces!

Beijos,
Carmem Lucia

*********************************************

Professional Counseling - 24 hours / 7 days a week - English, Español, Portugues


*********************************************

Monday, September 29, 2008

Pic by Carmem L Vilanova





"Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia construirei um castelo..."





**********************************


Vi esta frase em um blog na semana passada e me chamou a atençao... já que ando tendo tantas pedras em meu caminho, melhor começo a juntá-las!

Quem sabe um dia construo um lindo castelo de boas lembranças de momentos vividos com intensidade, força, garra, obstáculos e vitórias?! :o)



**********************************


Professional Counseling - 24 hours / 7 days a week - English, Español, Portugues




**********************************

Thursday, September 11, 2008

Banho vs. Personalidade/Inconsciente

Uma dessas semanas passadas li um artigo que me chamou a atençao pela curiosidade do tema e pela sua possivel veracidade, afinal, quando comecei a pensar e me lembrar das pessoas que conheço e que nao sao muito amantes do banho, reconheci (na maioria delas) algo de insegurança e/ou depressao (sem generalizar, claro!).

O texto, publicado no site da Rede Globo brasileira e do qual desconheço o autor, fala que o ritual do banho está intrissecamente relacionado ao descanso e limpeza da mente e evitar este “ritual” seria uma forma de fugir da intimidade consigo mesmo... Interessante!

Ali diz que, segundo a autora Katherine Ashenburg, em seu livro “Passando a Limpo”, cada ser humano pode revelar características de sua personalidade pelo simples hábito de tomar (ou nao) banho. A autora diz que a sensibilidade aos odores, a necessidade de sentir-se limpo, por exemplo, está ligada a aspectos culturais e do inconsciente e personalidade de cada pessoa em particular.

A limpeza corporal pode refletir uma necessidade imediata de limpeza da alma e mente do indivíduo, já que neste momento íntimo cada ser humano pode relaxar, descansar e, porque nao dizer, livrar-se do meio social ao qual pertence; afinal este é um momento único: o momento de intimar consigo mesmo, com seu próprio eu e com seu corpo, um momento do qual nao há fugas, o que está ali é a sua realidade e, muitas vezes isso assusta... e como!!!

Visto dessa forma, a falta de vontade de tomar banho poderá significar, ainda que de maneira inconsciente, um temor a estar sozinho, de enfrentar-se de maneira tao íntima, vez que historicamente o ato de tocar-se em um momento de intimidade era altamente reprimido pela sociedade (e ainda o é em determinadas regioes).

Bom, sendo assim entao, nao há dúvidas que o banho tem uma grande importancia na vida de cada indivíduo, mais inclusive do que eu jamais imaginei... Um momento para estar só, desnudo de corpo e alma, um momento de reflexao que vai mais além do simples fato de estar limpo, um momento de enfrentar-se a si mesmo e de se descobrir por inteiro...

Beijos, flores e muuuuuuuuuuuuuuitos sorrisos para todos! E muitos banhos, claro!!! :o)


********************************************


Professional Counseling - 24 hours / 7 days a week - English, Español, Portugues


********************************************

Saturday, August 30, 2008

Premio Dardos

Meu querido amigo Fernando do Nothingandall me presenteou com o Premio Dardos como uma das 13 bloguistas que ele considera criativa, inteligente, culta e tantos outros predicados que eu mesma acho que estou muito longe de merecer, mas se ele disse que eu mereço nao me resta outra senao aceitar e agradecer do fuuuuuuuuuundo do meu coraçao a sua bondade e carinho...



Agora é a minha vez de repassar o premio aos meus 13 bloguistas criativos, inteligentes, cultos, e, mais que isso, muuuuuuuuuuuuito queridos...




And the winner is/are... :o)









... desculpe-me mas tenho que devolver este premio, pois é muito mais que merecido... :o)








para ela vao dois, pois ela merece... :o)










Professional Counseling - 24 hours / 7 days a week - English, Español, Portugues

Thursday, August 28, 2008

Carta de um Homem (sobre as Mulheres)

Pic by Carmem L Vilanova


Carta de um Homem (sobre as Mulheres)
(autor desconhecido)

Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher.

Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção. Não temos a menor idéia de qual seja seu manequim. Nossa avaliação é visual. Isso quer dizer, se tem forma de guitarra... está bem.

Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas. As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheinhas, femininas.... Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fração de segundo.

As muito magrinhas que desfilam nas passarelas seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays, e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são muito retas e sem formas, e parecem agredir o corpo maravihoso das mulheres.

Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. A elegância e o bom trato são equivalentes a mil viagras.

A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa... sem graça. Os cabelos, quanto mais tratados, melhor. As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas. Por que razão as cobrem sempre com calças longas? Para que as confundam conosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras, e pronto.

Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão, e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.

É essa a lei da natureza... que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulímiaca e nervosa logo procura uma amante cheinha, simpática, tranqüila e cheia de saúde. Entendam de uma vez! Procurem agradar a nós, e não só a vocês; porque nunca terão uma referência objetiva, do quanto são lindas e maravilhosas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é simplesmente linda!

As jovens são lindas... mas as de 30 para cima, são verdadeiros pratos fortes. Por Karina Zzocco, Eva Longaria, Angelina Jolie ou Demi Moore, somos capazes de atravessar o Atlântico a nado.

O corpo muda... cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas, que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18. Entretanto, uma mulher de 45, que entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento, ou está se auto-destruindo.

Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio, alegres, e que sabem controlar sua natural tendência à culpas. Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em setembro, não antes); quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se sabota e não sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias não lhes tira a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol', nem em Spa... viveram!

O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, ninados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesárias e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos.

Cuidem-no!
Cuidem-se!
Amem-se!

A beleza é tudo isto. Tudo junto!

Assinado: UM HOMEM

****************************

Seria maravilhoso se tudo isso fosse verdade, mas a vida diária nao me deixa crer muito no que aqui se dita...
Seria maravilhoso se fosse verdade, evitaríamos que tantas mulheres sofressem, se desesperassem, enlouquecessem para ter uma forma que a natureza nao lhes proporcionou...
Seria maravilhoso se fosse verdade e os consultórios psicológicos nao viveriam cheios de mulheres traumatizadas, insatisfeitas, inseguras, mal-amadas (por si mesmas)...

Seria maravilhoso se fosse verdade... Somente um homem (honesto) nos poderá responder (deixo aqui o desafio)...

A minha resposta eu já tenho... e nela... eu confio!!!

Muitos beijos, flores e milhares de sorrisos para todos!

****************************

Professional Counseling - 24 hours / 7 days a week - English, Español, Portugues


Tuesday, August 26, 2008

Usando aliança no dedo anular

Assista ao vídeo.

video

Os Chineses têm uma explicação muito bonita: usamos a aliança no quarto dedo porque é impossível separar uma mão da outra quando ligada pelo terceiro dedo.
Assim é a união do casal.
Veja o filme e você vai compreender.
Tente fazer o que é mostrado.
Explicando o filme para quem não entende inglês:
Cada dedo da mão representa um membro da família:
Polegar - representa os pais
Indicador - representa os irmãos
Médio - representa você
Anular - representa o companheiro
Mínimo - representa os filhos
O polegar pode ser separado, pois você ao casar se separa dos pais.
Os irmãos e os filhos um dia também vão se separar de você, pois casarão e terão suas próprias famílias. Assim o indicador e o dedo mínimo também podem se separar.
No entanto, o quarto dedo, ou seja o anular, onde está a aliança de casamento, não se separa, simbolizando a união indissolúvel do casal.
*************************
Seria lindo se realmente fosse assim sempre... Oxala um dia os casais se unam por amor verdadeiro, unicamente, e dessa forma esta visao chinesa da uniao sera realidade plena...
Beijos, flores e muitos sorrisos para todos... sempre!

Thursday, July 03, 2008

Vida

Pic by Carmem L Vilanova


Muitas vezes, a vida mede nossa fé opondo-nos resistência.

Os obstáculos fazem parte da caminhada e render-se a eles demonstra fraqueza.

Não há, na história da humanidade, um grande homem sequer que não tenha tido uma fé inquebrantável.

Somente através da persistência e do bom animo é que conseguimos tornar realidade nossos mais ousados sonhos.

Quando se tem a certeza interior de que estamos no caminho certo, nada, nem ninguém, pode ser mais forte que nós mesmos.

Possuímos uma força poderosa, capaz de perseverar e conseguir tudo, bastando acreditar firmemente que, mesmo difícil, jamais será impossível.

Vale lembrar o ditado: "O IMPOSSÍVEL É O POSSÍVEL QUE NUNCA FOI TENTADO".

Chega quem caminha. Então, caminhe com determinação, jamais duvidando da sua capacidade de vencer.

Você pode, se acreditar que pode.

Todos nós, quando bem intencionados, somos vencedores de uma vida nova. E, para tanto, necessário se faz uma ação contínua e persistente no sentido de tornar nossa vida mais próspera e feliz.

Sem esforço não existe vitória.

Persistência hoje e sempre, persistência mais e muito.

E lembre-se: "UM MUNDO MELHOR COMEÇA EM VOCE".

Tantas outras constatações invadem o nosso dia-a-dia entrando também no espaço do desenvolvimento espiritual.

Diversos são os caminhos, mas uma coisa é certa: o ser humano é resultado de si mesmo, ou seja, ele é conseqüência natural de seus pensamentos e ações.

Viver positivamente é criar uma visão construtiva, amorosa e otimista para melhor atuar neste mundo mágico de Deus.

Mas o que é, de forma mais detalhada, ter uma vida positiva?

Pois então vou dar algumas dicas preciosas para você conquistar tempos novos e mais prósperos para sua vida querida.

Ter uma vida positiva é ter consciência que o universo precisa de você;
é lutar pelos SONHOS de maneira determinada;
é crescer sem precisar diminuir ninguém;
é ter a verdade como um principio vital;
é usar o poder da ousadia construtiva;
é saber agradecer e perdoar, fraterna e totalmente;
é priorizar a família;
é viver cada dia de uma vez, sendo alegre no presente e otimista no futuro;
é respeitar o próprio corpo;
é se preocupar com os mais carentes;
é preservar a natureza;
é ter a tenacidade de uma águia, o entusiasmo de uma formiga e a meiguice de um beija-flor;
é não se abater nos momentos de dor;
é jamais perder a esperança;
é ter auto estima;
é ser rico em humildade;
é sempre fazer a sua parte...

(Charles Chaplin)

Monday, June 23, 2008

Mutismo Seletivo

Dedico este post de hoje a uma linda menina, inteligente, alegre, simpática, um anjo precioso em minha vida, minha linda Carmencita, uma princesinha tímida e muda seletiva, que, como qualquer outra criança é total merecedora de todo Amor, Carinho, Afeto e Compreensao possíveis...



Espero com este texto, extraído de várias fontes e estudos pessoais do papai Rafael, ajudar a tantos outros pais que sofrem calados por nao compreender bem sobre este problema nao tao frequente, mas real... O texto é longo, mas vale a pena "perder" um pouco de tempo para poder ler e compreender sobre este problema que afeta 7 em cada 1000 crianças, dos quais 80% sao meninas...



A todos deixo meus beijos, flores, sorrisos eternos e muito Amor a todos os Mudos Seletivos que tanto necessitam de carinho, compreensao e, sobretudo, RESPEITO...


Mutismo Seletivo


Mutismo seletivo é uma condiçao de ansiedade social, onde uma pessoa que é capaz de falar é incapaz de se expressar verbalmente em determinadas situaçoes.

No Manual de Estatística e Diagnose de Desordens Mentais, o Mutismo Seletivo é descrito como uma desordem psicológica pouco frequente nas crianças. Crianças (e adultos) com este tipo de problema sao completamente capazes de falar e compreender a linguagem, mas nao o fazem em determinadas situaçoes sociais, quando é o que se espera deles.
Funcionam normalmente em outras áreas do comportamento e aprendizado, embora se privam severamente de participar em atividades de grupo. É como uma forma extrema de timidez, mas a intensidade e duraçao a distingue. Como por exemplo, uma criança pode passar todo o tempo completamente calado na escola, por anos, mas falar livremente ou excessivamente em casa.

Outras características sao, além da timidez extrema, o retraimento social, a dependencia e o perfeccionismo.

Esta desordem NAO é considerada uma desordem da comunicaçao, pois a maioria das crianças se comunica através de expressores faciais, gestos, etc.

Ao realizar o diagnóstico, pode ser confundido facilmente como um tipo seletivo de Autismo ou Síndrome de Asperger, especialmente se a criança atua de modo retraído na presença do psicólogo. Isto pode levar a um tratamento incorreto.

O Mutismo Seletivo é caracterizado por:


  • Fracasso consistente para falar em situaçoes sociais específicas (por exemplo, na escola, onde existe a expectativa de falar) apesar de expressar-se verbalmente em outras situaçoes.
  • Interfere nas conquistas educacionais ou laborais, ou com a comunicaçao social.
  • O fracasso para falar nao se deve a falta de conhecimento do idioma falado requerido na situaçao social.
  • Nao se considera como uma desordem da comunicaçao (a exemplo da gagueira), e nao ocorre exclusivamente durante uma esquizofrenia ou outra desordem psicótica.
Ainda nao foram estabelecidas as causas, mas há evidencias de que existem um componente hereditário e que também é mais comum em meninas que em meninos e normalmente é percebida antes dos 5 anos de idade embora a maioria dos pais e/ou profissionais somente se apercebam do problema quando a criança começa na vida escolar.

Entre os aspectos negativos estao:

  • Os portadores do Mutismo Seletivo encontram dificuldade em manter contato visual.
  • Com frequencia nao sorriem em público ou em expressoes vazias (sempre em público).
  • Se movem de forma rígida e torpe.
  • Nao podem manejar situaçoes onde se espera que falem normalmente, como uma saudaçao, uma despedida ou um agradecimento.
  • Tendem a preocupar-se mais com as coisas de que o restante das pessoas.
  • Podem ser muito sensíveis ao ruído e ao excesso de gente.
  • Encontram dificuldade em falar sobre si mesmos ou expressar seus sentimentos.
Entre os aspectos positivos estao:

  • Inteligencia e percepçao superior aos demais, sao curiosos.
  • Sao sensíveis aos pensamentos e emoçoes alheias (empatia).
  • Tem um grande poder de concentraçao.
  • Com frequencia tem um bom sentido do que é correto, incorreto e de justiça.
Os fatores mais relevantes no ambito escolar sao:

  • Geraçao de expectativas negativas por parte dos professores e dos alunos com relaçao a possivel evoluçao e normalizaçao da fala da criança com Mutismo Seletivo. Tantos os professores como os colegas pensam e verbalizam que o Mudo Seletivo nao fala, nem vai falar.
  • Acomodaçao do entormo as dificuldades do Mudo Seletivo. O aluno deixa de fazer certas atividades academicas porque nao fala (nao vai ao quadro, nao participa de atividades com perguntas orais), os companheiros se tornam “intérpretes” do Mudo Seletivo, que responde sempre mediante gestos.
  • Diminuiçao de situaçoes em que é necessária a comunicaçao oral. Nem os professores nem os colegas pedem ao Mudo Seletivo respostas orais.
Os fatores relevantes no ambito familiar e social sao:

  • Excessiva atençao recebida pelo fato de nao falar. Há interesse excessivo por parte da família e/ou conhecidos em saber repetidamente se o Mudo Seletivo falou no colégio, e de ter falado, com quem, quanto e como.
  • Alto nível de exigencia por parte dos pais para que falem e falem bem. Os pais se mostram excessivamente exigentes na correçao da fala.
  • Superproteçao familiar. Dependencia excessiva do adulto, com pouco desenvolvimento de hábitos de autonomia pessoal e de comportamentos responsaveis.
Os fatores relevantes relacionados com características de personalidade e condiçoes pessoais:

  • Rigor excessivo, meticulosidade e perfeccionismo que nao permitem ao Mudo Seletivo enfrentar situaçoes das quais tenham medo de fracassar.
  • Excessiva inibiçao social, timidez e retraimento que dificultam relaçoes interpessoais.
As razoes para que se faça uma intervençao o quanto antes, no que se refer ao diagnóstico e tratamento do Mutismo Seletivo, se deve ao fato de, como transtorno, o Mutismo Seletivo forma parte de uma situaçao continua que vai desde os que se comunicam oralmente mas só o fazem de maneira esporádica (aversao a falar), passa pelos que selecionam as pessoas e as situaçoes nas quais vao falar (Mutismo Seletivo) e finaliza com as crianças que vao restringindo progressivamente as situaçoes e as pessoas, até deixar de falar completamente (Mutismo Total).

A experiencia demonstra que se se permite que o problema se mantenha no tempo, nao somente nao desaparecerá, como tamém que com muita probabilidade se agravará. A criança irá ampliando a rejeiçao a falar em mais situaçoes e com mais pessoas. Daí a importancia de intervir o mais cedo possivel.

Dado a origem multicausal do mutismo, a intervençao deve contemplar a atuaçao dos ambitos familiar, social e escolar.

A intervençao deverá ter em conta as seguintes questoes:

  • Tanto as atitudes de superproteçao como as que tendem a minimizar ou ignorar o problema e que tem como objetivo nao provocar sofrimento nas crianças, nao fazem mais que reforçar e incrementar o mutismo.
  • As situaçoes comunicativas naturais nao sao suficientes para superar o mutismo. É necessário planificar e desenhar outras situaçoes, garantindo sempre o exito dos intercambios comunicativos da criança.
  • A exigencia deve ser ajustadas a uma progressao e se deve manter ao longo de todo um processo, evitando a tendencia natural a acomodaçao, no nível alcançado, tanto das crianças, como do ambiente.
  • A necessidade de rigor e sistemática e a diversidade de ambitos afetados exige a coordenaçao de todos os implicados.
O objetivo final da intervençao é que a criança com Mutismo Seletivo seja capaz de interagir verbalmente de forma espontanea com adultos e crianças, na escola e no entorno social e familiar, levando a cabo petiçoes verbais espontaneas e respondendo de forma audível as perguntas que lhes sejam feitas.

É preciso fortalecer a estrutura de personalidade da criança com Mutismo Seletivo, melhorando suas condiçoes pessoais, familiares e sociais, adotando medidas específicas relacionadas com as dificuldades de comunicaçao e fala da criança nas situaçores e contextos sociais concretos, com o objetivo de minimizar a dificuldade e melhorar a situaçao geral.

No entanto, pode haver crianças para as quais estas pautas gerais nao sejam suficientes, nestes casos, o processo de intervençao deverá ser planificada de maneira mais exaustiva e específica, levando em conta as condiçoes e características da criança e dos entornos nos que se desenvolvem.

Pautas para melhorar as condiçoes familiares, pessoais e sociais:

  • Oferecer a criança com Mutismo Seletivo um ambiente seguro, comunicaçao, serenidade, compreensao e afeto.
  • Eliminar atitudes de superproteçao.
  • Manifestar confiança nas possibilidades da criança e na superaçao do problema.
  • Evitar os estilos de autoridade rígidos e a exigencia excessiva da perfeiçao da criança.
  • Desenvolver hábitos corretos de autonomia e rotinas na dinamica familiar adequados a idade da criança em relaçao a alimentaçao, higiene, vestimenta, ordem...
  • Desginar responsabilidades adequadas para a idade da criança e que repercutam positivamente na família.
  • Estabelecer normas básicas de funcionamento no lar.
  • Incidir no positivo, destacando os pontos fortes da criança, reforçando as tarefas que a criança realiza adequadamente e utilizando com frequencia o reforço social.
  • Buscar atividades físicas de caráter lúdico que permitam descarregar as tensoes que experimentam as crianças durante a jornada escolar.
  • Facilitar ao máximo a interaçao com os companheiros, vizinhos e amigos de sua idade (atividades extra-curriculares, saídas, parques, festas, espetáculos).
  • Manter uma comunicaçao recíproca e continuada com a escola para coordenar as açoes.
Pautas específicas para a estimulaçao da fala:

  • Ensinar condutas adequadas de interaçao social nao verbal e verbal (como as saudaçoes, como pedir para brincar, como se aproximar...)
  • Atuar como mediador com outras crianças (começar a brincar com a criança e os outros para facilitar a interaçao entre eles).
  • Brincar com a criança e outras crianças com jogos que requeiram uma produçao verbal limitada (dominó, jogos de cartas, entre outros).
  • Planejar situaçoes que facilitem a comunicaçao verbal com outros (convidar outras crianças a casa, ir as compras, ao parque ou a praça, festas de aniversário...).
  • Reforçar todas as aproximaçoes verbais e nao verbais da criança com outros companheiros (comentar como é agradável estar e brincar com os outros, ter amigos, convidar amigos para visitar a casa...).
  • Ampliar progressivamente o círculo de amigos com os que começa a falar (repetir as situaçoes exitosas com frequencia e introduzir, pouco a pouco, as novas relaçoes).
  • Elminiar comentários que façam referencia a que nao fala, (perguntar se falou na escola, se cantou uma música, quando vai começar a falar...).
  • Nao reclamar nem antecipar consequencias negativas (nao ameaçar com possiveis castigos).
  • Evitar as comparaçoes com outros irmaos, companheiros ou outras crianças.
  • Evitar comentários que sugiram quando pode começar a falar, quando é o momento correto, como pode faze-lo.
  • Nunca forçar a falar em situaçoes sociais nas quais se observe ansiedade excessiva (nao insistir que responda a um cumprimento ou perguntas de amigos ou conhecidos).
Fontes:
es.wikipedia.org/wiki/Mutismo_selectivo
http://www.pnte.cfnavarra.es/creena/002conductuales/Guia%20mutismo%20selectivo.htm, por Carmen Cortez Urban, Consuelo Gallego Gallego, M. Pilar Marco Gallo, Iñaki Martinez Urmeneta, Carlos Ollo Oscariz.

PS: A propósito, Carmencita é uma menina extremamente alegre mas que se expressa oralmente unicamente comigo (a mae), Rafael (o pai) e Lucas (o irmao mais velho). Com os demais familiares e amigos ela se comunica muito bem com gestos, sorrisos, olhares e muita simpatia. Apesar de nao se expressar oralmente com os demais, demonstra carinho e afeto pelos seres queridos, vai normalmente a escolinha, brinca com os amiguinhos, é considerada a melhor aluna de toda a escola, e, para completar, acreditem, fala fluentemente Ingles (o seu idioma nativo), Espanhol e Portugues (suas duas segundas linguas)... Sem sombra de dúvidas, é sim, um verdadeiro anjo... e aí eu me pergunto: "Falar pra que?" (risos) ... :o)

Monday, May 19, 2008

I am a Human BEING, not a Human DOING...

Don't equate your self-worth with how well you do things in life.
You aren't what you DO.
If you are what you do,
then when you don't...
YOU AREN'T...

(Dr. Wayne W Dyer)

Tuesday, April 29, 2008

Näo à violência!

Há exatos 30 dias a imprensa brasileira nao deixa de comentar o assassinato bárbaro da menina Isabella, com tao somente 5 anos de idade.

Há exatos 30 dias venho acompanhando, apesar da distancia, este tema tao polémico e assustador que é o mau trato contra a criança.

Longe de querer (ou mesmo poder) julgar a alguém neste caso em particular, sei que o mau trato na infancia dentro do próprio lar é mais real e atual do que o que creio devesse ser em realidade.

Somos pais e supostamente os pais existem para proteger seus filhos contra tudo e contra todos. Ou pelo menos isso foi o que eu aprendi a acreditar, no amor materno e paterno acima de todas as coisas e nao consigo, por mais que tente, imaginar o que levaria (supostamente, neste caso) a que um pai e uma madrasta (também mae) a fazer uma atrocidade como a do caso Isabella.

Nosso presidente se antecipa em nao julgar os atuais suspeitos (com toda razao, pois isso é de competencia jurídica e nao executiva), mas se detém ao fato de que nao devemos fazer “pirotecnia” com o caso como se a imprensa estivesse dando mais importancia ao caso do que ele realmente merece. Eu, particularmente, discordo. Há que fazer “pirotecnia” sim, e muita, mas nao se deter a este caso unicamente, senao de todos os casos de mautratos da infancia, adolescencia e da fase adulta os quais presenciamos calados, atonitos, e, porque nao dizer, coniventes. Afinal, se quem cala, consente; quem omite, admite e é justamente a isso que devemos dar um basta, a essa omissao/conivencia que nos transformam em culpados, tanto quanto aos que ousam cometer barbaridades.

Vamos fazer “pirotecnia”, vamos fazer “estardalhaço”, vamos gritar e proteger principalmente as nossas crianças, que por suas próprias características nao podem se defender dos adultos (gigantescos a suas vistas).

Segundo o site “Observatório da Infancia”, pelo menos 3 a 4 crianças morrem diariamente no Brasil vítima de maustratos dentro da própria casa (e isso nao é pouco), em sua grande maioria por violencia vinda da própria mae, o ser que deu a vida, o ser responsável maior pelo bem estar de um filho. E isso é, sob meu ponto de vista, inexplicável e inaceitável!

Quando criança minha mae me ensinou a abrir a boca e reclamar e avisar sobre tudo o que eu visse que nao estava de acordo com o que seria o correto quanto ao trato a outras pessoas, fossem elas grandes ou pequeninas. Hoje vivo com o mesmo propósito e o mesmo ideal, embora saiba que sozinha eu possa fazer muito pouco, mas o pouco que eu fizer pode ser que seja de alguma ajuda a quem ainda nao se animou a lutar contra o que está equivocado neste nosso mundo atual. Hoje vivo de ensinar a meus filhos a lutar, a abrir a boca, a gritar e reclamar também, para que eles nao sejam vítimas nem permitam que outros o sejam.

Vamos tentar mudar o mundo, nós podemos, se é o que realmente queremos. Vamos pedir por todas as Isabellas do passado e do presente, para que novas nao venham a ser vítimas no futuro. Isso é possível! Eu quero crer que isso sim, é possível, desde que decidamos nao aceitar fatos como o caso Isabella como algo corriqueiro e sem soluçao e o pior, como algo normal!

Que Deus ilumine a todas as Isabellas de ontem, de hoje!

Saturday, March 08, 2008

Canção na plenitude... Feliz Dia, Mulher!

Não tenho mais os olhos de menina
nem corpo adolescente, e a pele
translúcida há muito se manchou.


Há rugas onde havia sedas,

sou uma estrutura agrandada pelos anos e o peso dos fardos
bons ou ruins.
(Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)

O que te posso dar é mais que tudo
o que perdi:

dou-te os meus ganhos.

A maturidade que consegue rir
quando em outros tempos choraria,
busca te agradar
quando antigamente quereria
apenas ser amada.

Posso dar-te muito mais do que beleza
e juventude agora: esses dourados anos
me ensinaram a amar melhor, com mais paciência
e não menos ardor, a entender-te
se precisas, a aguardar-te quando vais,
a dar-te regaço de amante e colo de amiga,
e sobretudo força -- que vem do aprendizado.

Isso posso te dar: um mar antigo e confiável
cujas marés -- mesmo se fogem -- retornam,
cujas correntes ocultas não levam destroços
mas o sonho interminável das sereias.


(Desconheco o autor)


A todas as mulheres do mundo, meus eternos beijos, flores e sorriros!

Feliz Dia, Mulher!

Friday, February 08, 2008

Gracias a la Vida

Pic by Carmem L Vilanova

* Porque isso é tudo o que eu tenho a dizer a minha Vida... Gracias!

Gracias a la vida



Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me dio dos luceros que, cuando los abro,
perfecto distingo lo negro del blanco,
y en el alto cielo su fondo estrellado
y en las multitudes el hombre que yo amo.



Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me ha dado el oído que, en todo su ancho,
graba noche y día grillos y canarios;
martillos, turbinas, ladridos, chubascos,
y la voz tan tierna de mi bien amado.



Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me ha dado el sonido y el abecedario,
con él las palabras que pienso y declaro:
madre, amigo, hermano, y luz alumbrando
la ruta del alma del que estoy amando.



Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me ha dado la marcha de mis pies cansados;
con ellos anduve ciudades y charcos,
playas y desiertos, montañas y llanos,
y la casa tuya, tu calle y tu patio.



Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me dio el corazón que agita su marco
cuando miro el fruto del cerebro humano;
cuando miro el bueno tan lejos del malo,
cuando miro el fondo de tus ojos claros.



Gracias a la vida que me ha dado tanto.
Me ha dado la risa y me ha dado el llanto.
Así yo distingo dicha de quebranto,
los dos materiales que forman mi canto,
y el canto de ustedes que es el mismo canto
y el canto de todos, que es mi propio canto.



Gracias a la vida que me ha dado tanto.



(Violeta Parra)
(1964-1965)

Wednesday, January 23, 2008

Peru - IV - Cusco e Machu Picchu

Do Quechua Qosqo ou Qusqu, "Umbigo do Mundo", Cusco - antiga capital do Império Inca, é uma das cidades turísticas mais importantes do Peru, tendo sido declarada Patrimonio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1983.

Suas ruas empredradas decobrem edifícios da construçao inca, como o Koricancha e o Palacio de Inca Roca, junto a construçoes coloniais de estilo barroco andino, tal como a Catedral e a Igreja da Companhia.

A dez minutos da cidade se encontram as gigantescas muralhas da fortaleza de Sacsayhuamán e a alguns quilometros mais distantes se encontram sítios arqueológicos como Qenko, Pakapukara e Tambomachay, construçoes incas edificadas totalmente em pedra.

A data exata de sua fundaçao ainda é desconhecida, mas graças a vestígios e dados arqueológicos, sabe-se que a cidade já era habitada há 3 mil anos.

Cusco foi capital e sede de governo do Reino dos Incas, transformando-se na cidade mais importante dos Andes, o que a transformou no principal foco cultura e eixo de cultos religiosos.

A cidade se expande pelo vale que forma o rio Huatanay e pelas serras. O clima é geralmente seco e temperado, com duas estaçoes definidas: uma seca, entre abril e outubro, com dias ensolarados, noites frias e temperatura média de 13ºC; e outra chuvosa, de novembro a março, com temperatura média de 12ºC.

Ao largo do Vale Sagrado dos Incas, a uma hora de Cusco, podem ser encontrados os povoados de Pisac, Maras, Chinchero e Ollantaytambo, de onde se pode tomar um trem a Machu Picchu.

Outra forma de chegar a Machu Picchu é seguindo o Caminho Inca, uma espetacular rede de caminhos que passam por montanhas nevadas, rios e paisagens incríveis.

O enigmático complexo de Machu Picchu é o mais importante e belo legado dos antigos peruanos, sendo parte do Santuário Históorico de mesmo nome, o qual é um dos poucos lugares da América declarados Patrimonio tanto Cultural como Natural da Humanidade pela UNESCO e encontra-se encravado no cume de uma montanha, harmonizando-se com a exuberante natureza do que rodeia, criando um lugar único no mundo.

Do Quechua Machu, "velho" e Picchu "cume, ou seja "Cume Velho", Machu Picchu está localizado na vertente oriental dos Andes Centrais, ao sul do Peru.

Segundo documentos de mediados do séc. XVI, Machu Picchu teria sido uma das residencias de Pachacútec, o Inca Yupanqui (o maior imperador inca, 1438-1470). No entanto, o caráter de sua contruçao, demonstra que teria sido utilizado como santuário religioso.

Machu Picchu é considerada ao mesmo tempo uma obra mestre de arquitetura e da engenharia. Suas características peculiares, arquitetonicas e paisagísticas, e o véu de mistério que foi tecido ao redor de boa parte da literatura publicada sobre o lugar, transformaram Machu Picchu em um dos destinos turísticos mais populares do planeta, e, recentemente tendo sido eleito como uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo.


http://www.peru.info/s_ftociudades.asp?pdr=651&jrq=3.7&ic=1&ids=1291


Pics from internet:
- Piedra de Doce Angulos
- Calle del Medio, Cusco
- Catedral de Cusco
- LLama y Machu Picchu
- Machu Picchu

Tuesday, January 15, 2008

Aprendendo a Viver

Pic by Carmem L Vilanova


Pela passagem dos meus 40 anos de vida, minha mae me enviou um livrinho bastante simples mas que fala muito daquilo em que creio, com mensagens de otimismo e incentivo.

Hoje dou uma pausa nas minhas publicaçoes sobre o Peru (que com certeza continuarao), para deixar aqui uma mensagem de otimismo retirada do livrinho "Aprendendo a Viver", de Legrand e espero que possa ser útil a todos aqueles que necessitem de uma palavra positiva.

Afinal, como diz o próprio Legrand "A vida é uma dádiva divina. Saber viver com sabedoria e equilíbrio é uma questao de opçao".

Por isso hoje deixo aqui o seguinte:

"Eu aprendi que...

... eu sou a prápria fonte de minha felicidade...

... buscar felicidade na riqueza ou no sucesso é apenas uma forma de confundir desejo com necessidade...

... as grandes realizaçoes só se tornaram possíveis quando alguém tentou o impossível...

... a dor do sofrimento é apenas o esterco onde, em breve, germina uma boa semente..."


Um lindo restante de semana para todos...

Muitos beijos, flores e meus eternos sorrisos!

Wednesday, January 02, 2008

Peru - III - Os Andes



Os Andes sao a mais longa cadeia de montanhas da América do Sul, com mais de 7 mil quilometros de extensao e em algumas partes chega a 500 km de largura, além de uma altitude média de 4 mil metros.


A Cordilheira dos Andes é dividida em Cordilheira Oriental, Cordilheira Central e Cordilheira Ocidental, separadas por uma grande depressao, onde surgem outras cadeias de menor importancia, a exemplo da Cordilheira da Costa, no Chile.


As montanhas se extendem por 7 países: Argentina, Bolívia, Chile, Colombia, Equador, Venezuela e Peru.


Nao se sabe ao certo a origem do nome "Andes", mas acredita-se que seja de origem do Quechua "anti" que significaria "topo mais alto". Uma outra teoria é de que o nome deriva do Espanhol "andén", que significa terraço, referindo-se aos terraços de cultivo usados pelos Incas e povos relacionados.


O pico mais alto da Cordilheira dos Andes é o Monte do Aconcagua, na Argentina, com 6.962 metros acima do nível do mar, e o Monte Chimborazo nos Andes Equatorianos é o ponto em que a superfície da Terra está mais distante do seu centro.

Os Andes tem vários vulcoes ativos, incluindo o Cotopaxi, no Equador, um dos mais altos vulcoes ativos do Planeta.



O clima varia a depender do local, altitude e proximidade com o mar. A parte sul é chuvosa e fria, enquanto nos Andes central o clima é seco. O nordeste dos Andes é tipicamente chuvoso e as temperaturas se aproximam aos 18ºC, na Colombia.


A parte nevada está localizada nas altitudes entre 4.500 - 4.800 na zona do Equador, Colombia, Venezuela e Peru; entre 4.800 - 5.200 m nas montanhas secas do sul peruano e norte chileno e desde o Aconcagua até a Terra do Fogo, no sul da Argentina.

Os Andes sao ricos em fauna e flora, com um estimado de mais de 30 mil espécies de plantas, mais de 1 mil espécies de anfibios, 600 espécies de mamíferos, 1.700 espécies de pássaros, mais de 600 espécies de répteis e quase 400 espécies de peixes.




A vicuña e o guanaco podem viver no Altiplano, enquanto as llamas e as aplacas costumam ser domesticadas para fornecer carne e lâ. O condor andino, o maior pássaro da espécie no Hemisfério Oeste pode ser visto por toda Cordilheira, principalmente nas regioes de baixa densidade.


Várias cidades grandes estao na regiao dos Andes, como Bogotá, Quito, La Paz e Cusco. A maioria das cidades sao, nos dias atuais, conectadas por asfalto, mas em épocas passadas, o transporte na regiao só era possível a partir da utilizaçao de llamas.

Povos antigos, tal como os Incas, tinham técnicas de irrigaçao que funcionam até os dias atuais. Por causa das montanhas, as "terraças" eram a prática mais comum, embora esta técnica tenha sido usada de forma mais extensiva após a expansao do Império Incaico.



Também a mineraçao é próspera nos Andes, com grande quantidade de ferro, prata e cobre, como principais minerais. Os Andes têm, incluse, a reputaçao de ser o mais importante produtor destes minerais em todo o mundo.





(... continua com "Cusco e Machu Picchu...)


Beijos, flores e muitos sorrisos... sempre!





fonte: wikipedia.org






* Pics from internet:

- Vista aérea dos Andes

- Vulcao no Chile

- Alpamayo, Peru

- Tunki Tumpupata (ave originária da regiao andina)

- Llama

- Punta Arenas, Chile

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br