Tuesday, April 29, 2008

Näo à violência!

Há exatos 30 dias a imprensa brasileira nao deixa de comentar o assassinato bárbaro da menina Isabella, com tao somente 5 anos de idade.

Há exatos 30 dias venho acompanhando, apesar da distancia, este tema tao polémico e assustador que é o mau trato contra a criança.

Longe de querer (ou mesmo poder) julgar a alguém neste caso em particular, sei que o mau trato na infancia dentro do próprio lar é mais real e atual do que o que creio devesse ser em realidade.

Somos pais e supostamente os pais existem para proteger seus filhos contra tudo e contra todos. Ou pelo menos isso foi o que eu aprendi a acreditar, no amor materno e paterno acima de todas as coisas e nao consigo, por mais que tente, imaginar o que levaria (supostamente, neste caso) a que um pai e uma madrasta (também mae) a fazer uma atrocidade como a do caso Isabella.

Nosso presidente se antecipa em nao julgar os atuais suspeitos (com toda razao, pois isso é de competencia jurídica e nao executiva), mas se detém ao fato de que nao devemos fazer “pirotecnia” com o caso como se a imprensa estivesse dando mais importancia ao caso do que ele realmente merece. Eu, particularmente, discordo. Há que fazer “pirotecnia” sim, e muita, mas nao se deter a este caso unicamente, senao de todos os casos de mautratos da infancia, adolescencia e da fase adulta os quais presenciamos calados, atonitos, e, porque nao dizer, coniventes. Afinal, se quem cala, consente; quem omite, admite e é justamente a isso que devemos dar um basta, a essa omissao/conivencia que nos transformam em culpados, tanto quanto aos que ousam cometer barbaridades.

Vamos fazer “pirotecnia”, vamos fazer “estardalhaço”, vamos gritar e proteger principalmente as nossas crianças, que por suas próprias características nao podem se defender dos adultos (gigantescos a suas vistas).

Segundo o site “Observatório da Infancia”, pelo menos 3 a 4 crianças morrem diariamente no Brasil vítima de maustratos dentro da própria casa (e isso nao é pouco), em sua grande maioria por violencia vinda da própria mae, o ser que deu a vida, o ser responsável maior pelo bem estar de um filho. E isso é, sob meu ponto de vista, inexplicável e inaceitável!

Quando criança minha mae me ensinou a abrir a boca e reclamar e avisar sobre tudo o que eu visse que nao estava de acordo com o que seria o correto quanto ao trato a outras pessoas, fossem elas grandes ou pequeninas. Hoje vivo com o mesmo propósito e o mesmo ideal, embora saiba que sozinha eu possa fazer muito pouco, mas o pouco que eu fizer pode ser que seja de alguma ajuda a quem ainda nao se animou a lutar contra o que está equivocado neste nosso mundo atual. Hoje vivo de ensinar a meus filhos a lutar, a abrir a boca, a gritar e reclamar também, para que eles nao sejam vítimas nem permitam que outros o sejam.

Vamos tentar mudar o mundo, nós podemos, se é o que realmente queremos. Vamos pedir por todas as Isabellas do passado e do presente, para que novas nao venham a ser vítimas no futuro. Isso é possível! Eu quero crer que isso sim, é possível, desde que decidamos nao aceitar fatos como o caso Isabella como algo corriqueiro e sem soluçao e o pior, como algo normal!

Que Deus ilumine a todas as Isabellas de ontem, de hoje!

5 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

Sonia Regly

Esse caso da Isabella está dando o que falar!!! Existe muita violência contra as crianças, muita maldade!!! Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras, sua visita muito me honrará.

Sonia Regly

Gostei muito desse seu Espaço, voltarei outras vezes!!1

Margarida V

história horrivel.

Sonia Regly

Vim agradecer a doce visita e os belos comentários. Obrigada pelo incentivo, voltarei aqui também outras vezes. Obrigada.Beijinhos.

Anonymous

A computer registry is a Windows specific aspect of a computer. It contains information on just about everything a computer does. And cleaning it can certainly be a long and tedious project. Below are some things to consider for how to clean up computer registry with registry cleaner.

The first thing anyone should know about cleaning a registry is to not do it manually. Consider the fact that everything your computer does is on there, from web browsing to installed programs. So if a file gets deleted or replaced without knowing what it does, it could seriously damage the computer.

The alternative option is to use a registry cleaning program. But, before anything is done to the registry, a backup needs to be made (that way, if something is broken, it can be restored). Usually, third-party programs have a way of doing it themselves. For the ones that don't, there's a manual way to do it, using the Windows Registry Editor.

When using a third-party program, it's important to know which ones won't accidentally break the computer. Some programs can delete key registry items and cause more problems than they solve. As such, it's best to check either ZDNet, CNET, PC world, or PC magazine for the latest on helpful (and harmful) programs to use.

By cleaning up the registry, old (and even unused) registry items are removed, giving a little more space and a lot more processing power. Old registries, such as the ones from uninstalled files, usually connect to locations that don't exist or that can't be found, slowing down the computer. By removing them, the computer can focus on the task at hand.

[url=http://busty-milf.just-a-milf.com/busty-milf]busty milf[/url]

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br