Saturday, November 05, 2011

Nossos filhos, não são nossos filhos


Nossos filhos, não são nossos filhos

Todos somos pais, todos somos filhos, no entanto, nossos filhos não são nossos filhos e sim filhos da Vida, filhos de Deus. Nascem de nossos corpos, mas não são criação nossa; aprendem de nosso intelecto, mas possuem mente própria; imitam nossa forma de ser, gestos e opiniões muitas vezes, mas têm sua própria individualidade, gênio e critérios, que senão mais jovens, com o tempo se manifestam.

Nossos filhos não são nossos filhos, pois não os possuimos; tão somente são como um empréstimo da vida, algo sagrado destinado a que os apresentemos com especial cuidado e dedicação. Nossos filhos não são tanto assim nossos filhos, que não são realmente nossos os que definimos consciente nem inconsientemente sua vinda a este mundo, e sim a própria vida. É a vida, é Deus quem decide sua vinda ou seu atraso; sua partida ou companhia.

Nós, pais, acreditamos possuir a garantia da vida de nossos filhos, ou seja, sua existência, a certeza de sua sobrevivência e a de seu crescimento; a de sua criação e companhia; mas isto é só uma ilusão, que às vezes perdura muitos anos e em outras, se esfuma muito rapidamente, ainda antes de vê-los nascer.

Nossos filhos não são nossos filhos, pois sua vida e porvir realmente não dependem de nós, embora seja definitiva a influência de nossa presença, a de nosso amor e caráter neles e em suas vidas. Talvez eles nunca nasçam de nós, e assim não vivamos a ilusão de acreditá-los nossos, nem a alegria de tê-los em nosso regaço e mais tarde de poder sentar-nos ao seu lado. Talvez nasçam de nós, mas não tenhamos a alegria de vê-los crescer, de cuid�!-los e também de nos equivocarmos na tentativa.

Nossos filhos não são nossos filhos, mas são filhos da Vida e talvez venham e vão muito rápido, para logo voltar com um vestido de carne mais apropriado. Ou talvez voltem e cheguem a nós nascendo "de" outros, e passando a ser nossos filhos "sem sê-lo"; e não porque não tenham saído de nossas entranhas e sim porque só a Vida é mãe e pai deles.

Nossos filhos sem ser nossos filhos, nos transformam com sua vinda, com sua ausência, com as mudanças que sua presença demanda em nossas vidas, como com aqueles que sua falta possibilita ou força.

Nossos filhos, na verdade, não são nossos filhos, mas filhos de Deus, e como tais, são instrumento também do drama transformativo, então evolutivo da existência. Às vezes vêm para ficar, e as vezes, não; às vezes vêm e ficam, mas pode ser que chegue nosso momento de partir, ou mudar...

Nossos filhos não são nossos, são de Deus, são da Vida, são parte nossa, extensão e complemento, mas não nos confundamos, que seu verdadeiro Pai e Mãe é Deus; e eles são os que logo serão os donos definitivos de seu destino.

Nossos filhos não são nossos filhos, mas no desejo e na ilusão da paternidade, a Vida nos transforma. Ao meditar na esperança e no amor por um filho, já seja por sua vinda ou sua companhia; por sua partida ou eterna ausência, reflexionemos que é o que a Vida nos quer mostrar de nós mesmos; qual é seu convite para nos transformar, para nos melhorar ou nos desbloquear.

A vida é muito complexa e preciosa... Obrigado à Vida por nos oferecer a natureza da paternidade, que embora esta não se realize como nossa "pequena mente" expecta, sempre nos vivifica e revoluciona, embora nossos filhos não sejam realmente nossos...

Rafael Morales

(Palavras de meu esposo Rafael, em agradecimento à Vida pela oportunidade de ser pai de nossa linda Carmencita - junho 2004)
(Pic by Carmem L Vilanova - Las Vegas, USA)


Consultório Psicológico Online - Inglês, Espanhol e Português - 24 horas/7 dias na semana
-------------------------------
Viver Integral - Saúde, Alimentação e Bem Estar
Para viver bem e melhor... não deixe de visitar

6 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

Pelos caminhos da vida.

Linda mensagem Carmem.

Ser mãe é divino.

Bom fim de semana.

beijooo.

EDER RIBEIRO

O desapego é um processo de nossa evolução espiritual, mas isso não significa descuido com os nossos, mas sim que respeitamos o seu próprio processo de crescimento. Bjos e bfds.

mfc

Os nossos filhos... são a nossa verdadeira vida eterna!

Blog do Óbvio - Manoel

Carmem, espetacular essa postagem. Parabéns para vocês pelo lindo modo de pensar. Apenas cuidamos dos filhos. Foram gerados para a vida, não é?
Minha querida amiga,de sorriso lindo:
Beijos, flores e muitos sorrisos... seus, é claro!
Manoel.

Jorge

Que linda mensagem.
Forte sensibilidade do maridão!!!
Gostei mesmo!!!

Anjo, beijo em teu coração!!!

Isadora

Carmem, a mais pura verdade. É difícil, mas verdade. Estamos aqui para prover o melhor para eles e desejar que tenham uma vida imensamente feliz e com muita saúde.
Um grande beijo

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br