Saturday, November 26, 2011

Presença Viva...

34 anos...

34 anos é bastante tempo para sentir saudade, para sentir esta falta tão imensa que você faz em nossas vidas...

Anos em que venho buscando aceitar a sua ausência física, apesar de saber que sua presença é sempre viva em meu/nosso coração...

Hoje pai, não quero chorar... quero antes, agradecer aos Céus a oportunidade de poder um dia havê-lo conhecido, de ter nascido fruto do seu amor, de poder ter convivido (embora por tão poucos anos) com um ser humano tão precioso como você e por haver aprendido tanto da vida consigo...

Foto: Eu e meu pai... brincando de cavalinho!!!

Hoje quero agradecê-lo pelos seus ensinamentos de humildade, de amor ao próximo, e, sobretudo, de felicidade apesar das tristezas com que a Vida lhe presenteou... você foi mais que um pai, fois um amigo sincero, um homem honesto, um verdadeiro mestre...

Mas você se foi tão cedo e havia tanto o que aprender ainda...

Na minha ignorância infantil, desejei ser enterrada consigo, no dia do seu sepultamento... naquele dia pensei ser impossível viver sem você, mas eis que a vida me fez adulta, mulher que hoje compreende e respeita os desígnios divinos...

Naquela época o meu maior desejo era de poder tê-lo ao meu lado, mesmo que inválido em uma cama, para que eu lhe pudesse cuidar até o dia de sua partida, já velhinho... Somente hoje sou consciente do quão egoísta era o meu amor, mas acredito que poderá me perdoar, pois pensava imaturamente, como uma criança que não quer perder o bem mais precioso de sua vida... Mas o fato é que a Vida me ensinou que no nosso caso, nao há ganhos, nem perdas... Não poderia perdê-lo, pois não era algo que eu possuía, não era uma coisa, era um Ser Humano que pertencia à Vida e a si mesmo... Aprendi que o seu amor seria eterno em mim... que este sentimento sim, este era meu e eu não iria perdê-lo, porque amor quando é verdadeiro, não se acaba com a ausência, nem com a distância, nem com a morte física!!!

Foto: Meu irmao, meu pai e eu!!!

A pontinha de tristeza que ainda reside em mim é presente quando me vem o desejo de poder lhe apresentar a seus netos... hoje já sao três: Lucas e Carmen Letícia (meus) e Letícia (de Kelinho... vê que ainda hoje eu o chamo assim e ainda hoje ele me chama Carm´lussa, nisso ainda não crescemos... e acho que também não queremos)... Queria também lhe apresentar a Rafael, o genro precioso que Deus lhe deu, um homem que tem muito de sua maneira de ser também (será que é porque vocês dois são do mesmo signo?!... talvez!) e que é hoje o meu mestre, o meu espelho, um ser humano que tem muito a ensinar-me... principalmente porque eu tenho ainda tanto o que aprender... Kelinho também tem Kátia para lhe apresentar... sua esposa de quase 13 anos e há tanto tempo que estão juntos?!... já não saberia dizer quantos anos... mas são muitos... e que pudesse rever a minha mãe... mãe que dedicou toda sua vida a este amor, ao amor por você... ela não voltou a se casar... sempre nos disse que não haveria outro homem no mundo como você... e acho que ela sempre esteve certa... você foi único!

Hoje deixo aqui muitos beijos carinhosos... beijos que eu queria poder lhe dar, encher suas bochechas gordas com eles... Deixo também muitas flores, porque para mim elas são os adornos mais lindos com que Deus presenteou o mundo, por suas cores, formas, tamanhos, perfumes... Mas deixo, principalmente, muitos sorrisos porque sei que apesar da distância e ausência física há a alegria constante de sabê-lo Presença Viva em mim... em nós!

Hoje lhe dedico esta mensagem-desabafo, neste blog que nasceu por você também, e que leva o nome desta música que você tanto gostava de escutar e esta manifestação de Amor Eterno, porque você foi o primeiro a quem eu disse Eu Sei Que Vou Te Amar... e isso significa dizer... por toda minha vida!!!


(Carmem L Vilanova)
(Pics Arquivo de Familia)

8 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

✿ chica

Lindas fotos, lembranças e ficou uma bela homenagem!!beijos,ótimo fds,chica

Pelos caminhos da vida.

Linda homenagem a seu pai, comovente.

Bom fim de semana Carmem.

beijooo.

ALUISIO CAVALCANTE JR

Querida amiga

Por mais
que o tempo
passe,
o toque,
o cheiro,
as palavras,
o sorriso,
a vida,
de quem amamos,
nunca cessará
em sua saudade
em nossas lembranças,
em nossa alma,
em nosso coração...


Que a alegria
faça folia
em teu coração.

Mônica

Carmem
Que coincidencia
Papi é do dia 24 de novembro de 1928. E dia 10 de dezembro de 1991 seu falecimento.
Também tenho muitas saudades.
Muitas doloridas saudades.
Só a fé nos faz viver
com carinho e amizade Monica

mfc

São estes os posts lindos que nos tocam e nos emocionam!
Parabéns por seres assim.
Muitos beijinhos.

EDER RIBEIRO

Comovente, Carmem, o seu texto. A morte não é um fim em si, mas uma despedida para um encontro, logo, em outro plano. Bjos.

Blog do Óbvio - Manoel

Carmem, querida amiga de sorriso lindo. Que coisa mais linda essa homenagem ao "paizão". Seu "desabafo" foi muito maduro. Foi como que uma "oração" que fui lendo e repetindo com você. Agora, pelas fotos, percebí onde você arrumou esse sorriso tão lindo.
Beijos, flores e muitos sorrisos lindos...seus, é claro!
Manoel.

Nilson Barcelli

Como eu compreendo o teu desabafo, de resto muito sentido. Porque também perdi a minha mãe há trinta e tal anos e ainda hoje a amo e sofro com a sua ausência. Senti, por isso, cada palavra que escreveste como se fossem minhas.
Querida amiga Carmem, desejo-te uma óptima semana.
Muitos beijos, flores e sorrisos para ti.

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br