Friday, December 16, 2011

Não Entendo...

(Pic by Carmem L Vilanova - Abbey, Co. Galway, Ireland)



Não Entendo...

Não entendo o tipo de amor-drama,
destes que mais parecem novela mexicana,
destes que quer queira, quer não, sempre vai
acabar em tragédia...

Não entendo o tipo de amor-apego,
destes que já não sabemos viver sem o outro,
não porque o outro nos faça falta,
senão porque sem ele já não vemos nosso próprio reflexo...

Não entendo o tipo de amor-culpa,
destes que por mais que façamos a nossa parte
o outro nunca está satisfeito
e nos culpamos por não nos fazer entender...

Não entendo o tipo de amor-cobrança,
onde o sentimento se tranforma em barganha,
como se para valer a pena devesse haver
a comercialização constante dos sentimentos...

Não entendo o tipo de amor-jogo,
destes que uma - ou ambas partes - não estão realmente comprometidas,
e querem apenas ver quem pode,
quem vale mais...

Não entendo porque estes amores são do tipo amor-egoísta,
que tal como o amor-apego,
não ama mais que a si mesmo,
refletido na alma e sentimento alheios...

(Carmem L Vilanova)




-------------------------------
Para viver bem e melhor... não deixe de visitar

7 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

✿ chica

No amor não deve haver jogos...Só ele basta!beijos,lindo fds!chica

Majoli

Carmem querida, que lindeza, que profundidade, que reflexiva essa sua poesia.
Amor que é amor, penso eu ser diferente disso tudo, é um doar-se, um receber, sem cobrança, sem mais nem porque...

Estás de parabéns, és uma poetisa de alma.
ADOREI!!

Beijos amiga querida.

Maria José Rezende

Que você tenha no olhar, o encantamento da vida.
Que você tenha no coração, a plenitude do amor.
Que você possa sentir a presença de Deus, da paz, do amor e do perdão.
Que você acredite na beleza da vida, nos sonhos e na esperança.
Um feliz Natal e um Ano Novo com muita luz.
Beijos. Maria José

EDER RIBEIRO

o amor por si só já se basta. Bjos.

Letícia G. Cruz

Amor palavra forte e doce, que deveríamos leva-la a sério como ela realmente é.
Lindo
Abraços.

mfc

Entendo o tipo de amor que não sei como explicar, mas que me vai fazendo sentir bem!

Beijinhos.

Andre Martin

Eu também não entendo esses tipos de amor...
Aliás não entendo quase nada!

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br