Friday, September 30, 2011

Conversa Fiada...

Conversa Fiada...


Hoje apeteceu-me escrever, mas eis que me deparei com um problema gravíssimo: escrever sobre o quê? Não sei, aliás, não tenho a menor idéia... a única coisa que sei é que apeteceu-me escrever e aqui estou a dar voltas e voltas com teclado (em outras épocas se diria "com o papel"), a olhar para o monitor com o processador de textos com uma página aberta, e em branco...

Mas já que estamos aqui, sentados, conversando, apeteceu-me falar de coisas do cotidiano... o clima, por exemplo... Estamos em plena primavera e eu jamais imaginei que a primavera pudesse ser tão seca a ponto de fazer com que qualquer Filho de Deus desista de colocar os pés fora de casa, com medo de enfrentar a vida nesta serra de clima desértico... Chuva? Alguém por aqui sabe o que é isso? Acho que não... ninguém viu, ninguém sabe, ninguém comenta... já começo a crer que isso nao existe por aqui...

E falando na chuva que não cai, faz-me lembrar da minha terra... aquela que "tem palmeiras e onde canta o sabiá", da qual eu morro de tanta saudades... saudades da família, saudade dos amigos, saudade até dos maus momentos... sim, porque lá eles eram meus... aqui? aqui não sei o que são... sinto-me eternamente "na casa dos outros" e aquela eterna sensação que de repente o dono da casa vai me mandar embora... que sensação tão desagradável!

Bom, mas deixando de lado os pensamentos desagradáveis... "como foi o seu dia? o que fez de bom hoje?"... Eu trato de fazer algo bom todos os dias... não sou santa, não sou a melhor pessoa do mundo... aliás eu estou muuuuuuuuuuuitíssimo longe disso, mas a idéia de fazer algo bom, mesmo pequenino a cada dia, já me faz ter a sensação de que eu significo bastante diante da Vida e isso me enche de esperanças em um mundo bom e bonito, bonito e bom... sim, porque um completa o outro... que lhe parece? é aquela velha história de "fazer uma boa ação todos os dias", mesmo que seja somente um abraço carinhoso naquela pessoa que está tão triste em determinado momento do dia...

Sorrir? sempre... No que se refere ao sorriso, há muitas citações que falam de sua importância... antes eu achava algo sem valor, hoje eu reconheço a magnitude de um sorriso... há um pensamento que diz: "sorria, mesmo que seja um sorriso triste, porque mais triste que o teu sorriso triste, é a tristeza de não saber sorrir"... essa eu aprendi ainda em criança (e olha que isso faz tempo... (risos)), sempre a achei "engraçadinha", mas sabe que hoje em dia, pensando bem, acredito que realmente faça sentido? pois sim... que triste deve ser quem não sabe (ou não consegue) sorrir!... eu sou teimosa, eu teimo em sorrir mesmo diante das situações mais "desesperadoras"... por que sou maluca? não! ou pelo menos, acho que não! :o) Na verdade é porque descobri que quando eu me desespero, eu só consigo fazer com que a situação fique ainda pior e como dizem que "o que não tem remédio, remediado está", melhor mesmo é tentar sorrir e tirar melhor proveito da situação...

Pois é, mas eu acho que essa conversa já está a ficar demasiado filosófica, e eu lá nunca fui muito boa em filosofia... (meu antigo professor de filosofia que o diga... hehehe...)... de repente eu começo por um tema que não consigo chegar a uma conclusão e então fico eu aqui, com cara de idiota pensando no que dizer, sem saber... melhor deixar por isso mesmo! :o)

Afinal, a única coisa que eu queria mesmo hoje, era que você soubesse que, embora eu não lhe conheça pessoalmente, embora eu saiba que possivelmente eu nunca saberei sequer o seu nome, embora eu saiba que passa por aqui e existe a possibilidade de que nunca volte, mesmo sabendo que você é um visitante, transitório, ou aquele meu amigo querido de um blog também querido d'além mar, do outro lado do continente, deste mundão de Deus, que saiba que é e será sempre muito bem-vindo à minha vida, sim, porque este pequeno espaço é também um pequeno pedaço de mim...

Obrigada por estar aí a "escutar-me"... Espero que o "chá" tenha estado a seu agrado... Apareça mais vezes para conversar... o certo é que me fará muito feliz... :o)

Beijos, flores e muitos sorrisos para ti, hoje e sempre!



(Carmem L Vilanova)
(Pic by Carmem L Vilanova -  Vale do Fogo, Nevada  USA)


Consultório Psicológico Online - Inglês, Espanhol e Português - 24 horas/7 dias na semana
-------------------------------
Viver Integral - Saúde, Alimentação e Bem Estar
Para viver bem e melhor... não deixe de visitar

5 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

Ives

Olá. É bom te ler. Sinto falta da chuva tb, nossa. Podemos sorrir com as adversidades, tb, abraços

EDER RIBEIRO

Conversa fiada que nada, essa é o tipo de conversa que conversamos tomando chá com torrada e qdo no final, nos olhamos nos olhos e percebemos qdo gratificante é sermos amigos. Um bjo enorme para ti com sorrisos e alegria. Um excelente final de semana.

Mônica

Carmem
pra mim voce não é uma desconhecida. Posso não conseguir encontra-la na rua, pois tenho péssimo jeito pra fisionomia.
Mas voce pode dizer tudo o que quiser, ainda mais porque a gente esquece. O Alexandre é que me disse.
Eu achei que estavam falando de mim e perguntei a ele o que eu tinha falado de errado.
Ele me disse que não esquentasse pois as pessoas esquecem.
Mas aqui em BH estamos esperando a chuva também.
Voce mora em Nevada?
Adorei a prosa, fácil de ser compreendida , amena e verdadeira.
um abraço de sua amiga Monica

mfc

Para quem não ia escrever... escreveu um belíssimo texto!

Ahhh e muito obrigado pelo chá!
Soube-me muito bem.

Jorge

Anjo,

como a flor é o sorriso de Deus para conosco, o nosso sorriso é mostrar que Deus está em nós!

Então, vamos sorrir sempre!!!

Beijo

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br