Monday, November 21, 2005

Que a Felicidade...

Para que comecemos bem a semana, hoje lhes dedico este poeminha sobre a felicidade, para que ela seja permanente em nossas vidas, nao somente nesta semana que se inicia, mas... para sempre!!! :o)

picture from here

"Que a felicidade não dependa do tempo,
nem da paisagem,
nem da sorte,
nem do dinheiro.

Que ela possa vir com toda a simplicidade,
de dentro para fora,
de cada um para todos.

Que as pessoas saibam falar,
calar,
e acima de tudo ouvir.

Que tenham amor
ou então sintam falta de não tê-lo.

Que tenham ideal
e medo de perdê-lo.

Que amem ao próximo
e respeitem sua dor,
para que tenhamos certeza
de que viver vale a pena!..."

(Vera Duraes)

16 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

Å®t_Øf_£övë

Amiga,
Viver vale sempre a pena, e mesmo quando não nos sentimos felizes devemos pensar de uma forma positiva. Temos que pensar que temos momentos em que não somos felizes, para depois quando a felicidade voltar lhe dar-mos o verdadeiro valor.
Bjs.

Margarida V

que bom seria ser sempre feliz. :)

maheve

Farsa, Roubo, Fraude... Crime! Quanto vale um post?

Por muito tempo escrevi minhas inquietudes e guardei-as na gaveta por medo de não

valorizarem ou até mesmo roubarem o que eu tinha de mais precioso, o meu sentimento feito em

palavras. Hoje, ao visitar blogs na grande rede, uma decepção cortou meu coração, fui

discaradamente plagiada, roubada, aleijada no meu direito autoral. Ao visitar o blog que

está entre os que você visita o:http://bizaazul.blogspot.com/, percebi que seu autor na

forma mais vil e desprezível, copiou dois posts meus q falavam de mim e de um momento muito

delicado na minha vida, mudando apenas algumas palavras.Os posts foram "Despir-te" do dia

21/11 e o posterior a ele com o título "Arrumar as malas" do dia 17/11 que correspondem

diretamente a meus posts com os títulos: "Desnudar-se" do dia 21/10

(http://inlabirintus.blogspot.com/2005_10_01_inlabirintus_archive.html) e "Perdida" do dia

10/11 (http://inlabirintus.blogspot.com/2005_11_01_inlabirintus_archive.html) No final o que

me fica é que é fácil ter um blog tão bonito e tão bem conceituado e também é fácil ter

sensibilidade suficiente para se demorar na feitura de um temnplate e de imagens que

enfeitam e valorizam um blog, mas ter caratér hoje em dia é realmente uma das coisas mais

raras que o ser humano pode vir a ter.Desculpe a intromissão,me perdoe e obrigada pela

atenção.

Maheve

http://inlabirintus.blogspot.com/

Aromas Do Mar

Olá :)

Vem brindar connosco, vens? ;)

Beijinhos

Nilson Barcelli

Um lindo poema o que escolheu.
A felicidade é a coisa mais importante das nossas vidas, mas é frequente esquecê-lo.
Beijinhos.

augustoM

Carmen, a felicidade não tem tamanho, nem preço e não se fabrica, ou se tem ou não. Não depende de terceiros nem de terceiras coisas, ela depende de nós próprios e da forma como conseguimos sublimar o nosso egoísmo.
Um beijo. Augusto

Adryka

Olá querida Carmem, és um doce. A tua poesia é linda adorei. Beijinhos amiguinha

grzl

Olá Carmem, muito bonito e verdadeiro o poema.
um abraço
graziela

dulce

Amiga, vale mesmo a pena viver, sobretudo quando se têm amigos.
Acabei de ler a tua tradução do conto do Fernando. Que bom que ele pôde contar contigo.
Um grande beijo para ti.

Fernando B.

Querida Amiga,

Não conhecia este Poema que é uma lição de Vida. Obrigado pela partilha.

Já coloquei como tinha prometido, embora com atraso, um texto inspirado no teu excelente e oportuno alerta, que publicaste no passado dia 7.

Fraternos Beijos,

Mitsou

Querida Carmem, obrigada pelo lindo e inspirador poema que nos ofereces!
És um doce de pessoa. Eu sei, é uma frase feita mas é, também, o sentimento que me transmites. Doçura e amizade que tanto prezo.

Um grande beijinho, amiga, e um sorriso maroto pela tua "interpretação" do meu texto ;)

Menina_marota

Que a felicidade perdure na tua Vida, porque tu bem o mereces!
Adorei ler este Poema, tão belo e suave.

Um abraço terno e tudo de bom para ti e todos aqueles que te acompanham ;)

looking4good

"Beijinhos e sorrisos" parafraseando uma pessoa que conheces bem (espero que não peça direitos de autor! :)) para acompanhar este lindo e singelo poema. Muito trabalho tem-me impedido de visitar regularmente a blogosfera, mas é escusado dizer que o teu blog não dispenso.

Someone

Ser poeta
É da dor criar algo belo
É pensar no amor
E reviver ao escrevê-lo
Ser poeta
É mergulhar nas ondas
Naufragar a tempestade
Esquecer as afrontas
Ser poeta
É escavar no sentimento
Soltar a resina
Estancar o momento
Ser poeta
É sê-lo não dizê-lo
É cantar para fora
O que nos roi cá dentro
Abrir as entranhas
E espalhá-las ao vento.

Adorei... Estás nos meus favoritos...

Maheve

Olá Carmem ,vim agradecer-te as sucessivas visitas no meu blog. Obrigada pelas palavras de incentivo, reconheço que todo este epsódio me deixou sem animos para escrever algo novo, mas espero recuperar-me logo pois não consigo ficar longe das palavras. Espero recebê-la sempre lá no Inlabirintus.
Um abraço grande

lazuli

olá, Carmen, és como sempre uma doçura, desculpa o "lugar comum" do comentário. Muitos beijos*

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br