Tuesday, August 23, 2005

Era uma vez um gatinho...

A depender de como uma história é contada, um fato que chega a cruel se transforma em algo que pode chegar a ter seu toque de graça... basta ver a habilidade de quem conta um conto... e foi exatamente isso que meu irmão fez... vejamos:

O caso foi assim...
Apareceu um rato aqui em casa, o que é raro. Sempre tem muita rã, mas rato é difícil.
Nossa expert no assunto (minha mãe) disse categórica: se tem um tem mais outro!
Dito e feito. Tinha outro fazendo estripulias na cozinha! É mole?
Kátia comprou um desses venenos fracos coloridos e espalhou pela casa. Dei a bixiga: tá doida é? quer envenenar sua filha? isso mata tudo menos rato, que come e faz é cocô colorido!
Fui radical: comprei chumbinho. Parecia até que eu estava comprando alguma maconha ou sei lá, o cara que me vendeu me passou discretamente o pacotinho e eu enfiei logo no bolso, porque o comércio disso é proibido.
Mãe e eu fizemos duas iscas numa caixinha de fósforos, com queijo e manteiga e uma coberturazinha gostozinha com chumbinho. Tudo com muito cuidado, na frente da casa de Mãe. Só que enquanto eu fui em casa abrir a porta e Mãe entrou para ver alguma coisa, quando voltou viu a caixa mexida e um gato correndo. O gato tinha lambido a manteiga!
Bem que dizem: a curiosidade matou o gato. Não deu outra, o gato sumiu.
Mãe disse: vamos só esperar para sentir o fedor (do gato e do rato).
Dois ou três dias depois Mãe sentiu um fedor terrível em um dos quartinhos da casa dela lá atrás. Estava lá o gato em estado de putrefação. Ela chamou um rapaz que faz a grama para apanhar e lavar o local, e ficou enojada, querendo vomitar e sem fome durante uns dois dias ou mais. Tadinha...
Resolvido ficou o problema de uns cocozinhos de gato super fedorentos que estavam aparecendo na grama...
Ah, sim, o rato também apareceu morto. Senti um fedorzinho em um dos quartos daqui de casa e lá estava ele.
Voltou agora a aparecer cocô na grama e tem também uns cachorros da vizinha que estão fazendo um barulho chato arretado. Pensando bem... talvez fosse bom fazer mais umas iscas contra rato...
Brincadeirinha...
Entrou por uma perna de pinto, saiu por uma perna de pato, quem quiser que conte mais quatro.

15 Deixaram aqui suas Palavra(s) de Amor:

frog

Deixo-te um beijo e um sorriso!...

Alma de Poeta

srsrrsr....... deixo um beijo e dizer que gostei da histórinha, ás vezes é bom ler algo do género que nos deixa com um sorriso nos lábios

Eclipse

Espero então que tenhas aproveitado bem essas férias...

;)

Deixo-te um beijo.

Micas

Tanto em Portugal como aqui já não se usa veneno para matar ratos, há um produto que mais parece um gel, bem basta colocar aquilo em cima de um cartão com um pouco de comida para atrair, o bicho fica lá colado e qd mais se tenta libertar mais colado fica até que acaba por morrer! E as férias, foram boas? as minhas foram optimas ;) Beijinhos

augustoM

Carmen, chama-se a isso um acto extreminador, lá foi o rato e o gato desta para melhor, quem sabe se o ditado não está certo.
Um beijo. Augusto

Pecola

:) já cheguei, sim!! ai que os animais são bonitos, mas há situações mesmo desesperantes.. e ratos?? yuckkkkk

MONALISA

Por causa dessa história dos ratos, uns amigos meus iam matando o cão....Beijo, Carmen.

adry1111

Gostei imenso do teu post, deu-me até vontade de rir.
Beijinhos amiga

adry1111

adry1111 disse...
Gostei imenso do teu post, deu-me até vontade de rir.
Beijinhos amiga

amita

Olá Carmem. Desconhecia essa do "chumbinho". Gostei da tua história, foi uma limpeza radical. Bjokas grandes amiga

Estrela do mar

...Carmen ao ler-te comecei logo a lembrar de um ratinho que entrou na minha cozinha, se aproveitou do comer dos meus gatos e armazenava tudo dentro do meu orgão...mas felizmente eu e o meu marido lá o conseguimos matar...se visses o que ele armazenou...bem...dava quase até ao fim da vida dele!...rs...

Olha...já vim de férias e tenho uma novidade.

Beijinhos e bfs.

Carla

gostei da história...
fez-me sorrir...

sonhos sonhados

Keridos Amigos

As férias terminaram...
...assim como um muro de areia
se desfaz... frente a uma onda... mais ousada.

o tempo passou
sem horários...
livre...
repousante...
um pouco dorido...
e
guloso.

não foram as melhores férias
...pois a saúde falhou um pouco
e
não ajudou
como deveria,
porém foi tão bom
estar junto dos meus deuses
que até o tratamento me pareceu mais leve.

devo dizer-vos
que senti saudades
das palavras
dos desenhos
das músicas
das imagens
a que todos vocês me habituaram
(principalmente
quando era castigada
pela imobilidade da medicação)
...mas...
para o ano
levarei comigo um portátil
que irei ganhar no euro-milhões...
... por esse motivo vou desde já começar
a lançar a sorte
e escolher os números.

Keridos
tudo isto para vos dizer
que não vos esqueci
e
para avisar
que a partir de hoje
vou perder
muitas horas gulosas...
a “fazer visitas”.

Beijux létinha.

Ps. desculpem ter usado a mesma
mensagem para todos...
mas não foi possível “personalizar”
.....................................
obrigada pelo “perdão”
.....................................
sois uns amores.

Nilson Barcelli

Histórias de ratos são sempre incríveis.
E há sempre mais um... a sua mãe tem razão.
Beijinhos

Musician

Adorei o blog. Passarei aqui mais vezes :)
Beijo*

Related Posts with Thumbnails
 
BlogBlogs.Com.Br